P

A B C D E F G H I J L M N O P Q R S T U V X Z

Procure a pista, encontre a solução e complete as Palavras Cruzadas – Letra P

 

Pá da cozinha para remoção das cinzas (regional): badil

Pacato, sensato: cordato

Paciência: fleima

Paciência: eupatia

Padeiro (poético): pistor

Padiola feita de remos (Moçambique.): cangarra

Página do livro em que está só o título e o nome do autor: rosto

Painel de um aparelho de televisão: pantalha

Palavra italiana que significa líder: duce

Palavreado astucioso para enganar (popular): cantata

Palavreado inútil: logomaquia

Palerma: bertoldo

Palerma (pop.): matias

Palerma: geta

Palidez: palor

Palmatória para pavio de cera ou para rolo: roleira

Palmeira indiana que produz frutos e folhas comestíveis, também conhecida por arequeira: areca

Palpite geralmente sem fundamento (popular): bitaite

Pança ou primeiro estômago dos ruminantes: rúmen

Pancada com a cabeça do dedo médio ou índex, curvando-o sobre a face interna do polegar e soltando-o com força: piparote

Pancada com as nádegas: cuada

Pândega (pop.): reinata

Pano barrado de unguento ou embebido em algum líquido e que se aplica sobre a parte doente do corpo: parche

Pano branco e fino de algodão, para roupa branca (prov.): morim

Pano branco que o padre lança aos ombros antes de vestir a alva: amicto

Pano branco, inglês, muito usado no Brasil, para fatos de homem: dril

Pano de algodão, de inferior qualidade, que serve para forros e outros usos: garraz

Pano de linho que se usa na crisma: crismal

Pano forte e encorpado, com urdidura de cânhamo: cretone

Pano grande em que se estende ou embrulha alguma coisa: panal

Pão de farelo para cães: perruna

Pão de rala (Trás-os-Montes): ralão

Pão ou bolo que se deixa ao dono do forno em retribuição da cozedura da fornada: poia

Papagaio: loiro

Papão: ogre

Papas de farinha de trigo ou da flor da mandioca (Brasil): mingau

Papas de sumo de uvas verdes, com mel rosado, canela, etc., para abrir o apetite aos cavalos: armando

Parabéns: emboras

Parado: inerte

Parafuso: tarraxo

Paralisia dos músculos faciais: amimia

Paralisia dos órgãos da fala: alalia

Paramento ou veste eclesiástica que o sacerdote coloca sobre a alva e a estola: casula

Parapeito que defende um campo entrincheirado: valo

Parar e não querer andar (cavalo): acuar

Parede feita com terra argilosa que é lançada nos taipais: taipa

Parlamento russo: Duma

Parte da armadura que protegia o braço: braçal

Parte da armadura que protegia os braços: mangote

Parte da Botânica que estuda as rosas: rodologia

Parte da capa de um livro que dobra para dentro: badana

Parte da coluna das orquídeas que representa os filetes dos estames: sinema

Parte da rês onde acaba o fio do lombo, e a que estão pegados os rins: alcatra

Parte da sela em que se assenta o cavaleiro: coxim

Parte de terreno cultivado onde a semente não germinou, ou onde as plantas não medram: raleira

Parte de um estreito onde o mar é agitado: euripo

Parte de uma superfície esférica limitada por um plano que a corta (Mat.): calota

Parte do cordão umbilical que fica preso ao feto: envide

Parte do elmo que defendia a cara, do nariz para baixo: barbote

Parte do embrião que se desenvolve por efeito da germinação: blasto

Parte do engaste que se dobra sobre a pedra preciosa para a prender: rebarba

Parte do líquido gordurento ou oleoso que fica aderente às paredes internas das vasilhas: corredura

Parte do manto em que se pregam as fitas: marcheta

Parte do martelo, oposta à cabeça: unha

Parte do ouvido interno também conhecida por caracol: cóclea

Parte do perianto da flor constituída pelas pétalas: corola

Parte do rosto correspondente à parte anterior da maxila inferior: mento

Parte externa e posterior da coxa do boi: ganso

Parte giratória do cata-vento: grimpa

Parte ilegível de um escrito, por se ter raspado ou rasgado: litura

Parte inferior da vela do navio (Náutica): poja

Parte lenhosa do tronco ou do ramo que perdeu a casca e o alburno: cerneira

Parte mais larga dos alicerces de uma construção: sapata

Parte posterior do corpo dos mamíferos e aves: rabadilha

Parte reentrante da cornija em quarto de círculo: caveto

Parte superficial do ovário animal: estroma

Parte superior da caixa craniana: calota

Parte superior do estame onde existe o pólen: antera

Parte superior do mastro: tope

Partícula afirmativa na antiga língua do Sul da França: oc

Partidário do malismo: malista

Partir (ramos, troncos): esnocar

Partir apressadamente: disparar

Partir em dez partes: decempartir

Parvo: patola

Pascer: pastar

Pasmado (popular): banzado

Passagem de uma forma a outra diferente: alomorfia

Passagem estreita entre montes: colada

Passar a noite fora do seu domicílio: abnoitar

Passar por um crivo (pop.): escrivar 

Passarinho dentirrostro: folosa

Pássaro africano com plumagem verde-azulada escura: gouve

Pássaro conirrostro africano: luando

Pássaro conirrostro, espécie de verdelhão: cicia

Pássaro da família dos Todídeos, frequente na América Central: todeiro

Pássaro dentirrostro africano: undalo 

Pássaro dentirrostro da África: ubango

Pássaro dentirrostro do Brasil, de canto melodioso: sabiá

Pássaro dentirrostro, chasco: cartaxo

Passear ociosamente: flanar

Passear sem destino, por diversão: flainar

Passeio ou ruela por cima do muro da fortaleza, junto das ameias: adarve

Pasta de milho com água (Angola): pirão

Pastar: pascer

Pasto (pop.): enga

Pastor: zagal

Pateta (popular): alonso

Pateta (gíria): arara

Patife: biltre

Pátio interior dos conventos: crasta

Pátio ou eira, à frente de casa na Índia: angana

Pato (Beira): reco 

Patranha ou peta mais ou menos engenhosa (regional): caroca

Patrão (Moçambique): muata

Patuscada (prov.): taina

Pau cilíndrico que serve para tirar o cogulo das medidas de secos: rasoira

Pau com um gancho na ponta para apanhar fruta: cambo

Pau com uma volta na parte superior (prov.): gajata

Pau curto arqueado para apertar a carga ao lombo das cavalgaduras: arrocho

Pau-ferro, árvore da família das Leguminosas, notável pela madeira dura e pesada que fornece: itu

Pau grosso empregado como alavanca para levantar grandes pesos: panca

Pau vertical que sustenta a lousa de uma armadilha: fincão

Pé de verso grego ou latino composto de uma sílaba longa, seguida de outra breve: coreu

Pé de verso grego ou latino, formado de três sílabas breves e uma longa: péon

Peça a que se prende a lança de uma viatura: armão

Peça colocada entre os escovéns e o guincho, para fixar a amarra da âncora (Náut.): abita

Peça da carruagem, que se mete nas extremidades dos eixos, para pegar na chaveta das rodas: savica

Peça da proa do navio para fixar a amarra da âncora (Náut.): abita

Peça da rabiça do arado que tem mão no dente: teiroga

Peça de ferro em que o cavaleiro apoia o conto da lança quando investe: riste

Peça de ferro ligada ao eixo da pedra do moinho e encaixada no rodízio: lobete

Peça de madeira do carro de bois: casse

Peça de madeira, que gira em volta de um prego, para fechar porta ou postigo: taramela

Peça de vestuário oriental, muito comprida e quase sempre ricamente decorada: cafetã

Peça do arado que serve para afastar a terra do rego: aiveca

Peça do jogo do xadrez designada por elefante ou, mais recentemente, por bispo: arfil

Peça estreita que atravessa o escudo nos brasões (Heráldica): cotica

Peça metálica para bater às portas: aldraba

Peça para prender a mão dos animais: maniota

Peça que, nas armaduras antigas, cobria o elmo e vinha cair sobre os ombros: camal

Peça que, nas azenhas, regula o andamento das rodas ou as faz parar (Minho): entosta

Peça transversal do arado em que o lavrador assenta as mãos: aravela

Pechincha (regional): mamola

Pedaço: faneco

Pedaço de chouriço correspondente a cada tigela de caldo-verde, em algumas regiões de Portugal: tora

Pedir com insistência: instar

Pedra calcária usada em estatuária: lioz

Pedra de afiar: cote

Pedra em cuja composição se encontram grãos de areia: arenata

Pedra em que assenta o cortiço das abelhas: silha

Pedra grande: moledo

Pedra larga (prov.): lastra

Pedra oval, encravada no fundo do rodízio nos moinhos: gogo

Pedra para calçada: gobo

Pedra preciosa com duas camadas de cor diferente, sobre uma das quais foi gravada uma figura em relevo: camafeu

Pedra preciosa que, segundo os antigos, se encontrava no ventre de certos lagartos: saurite

Pedra quadrangular para revestir pavimentos: tessela

Pedra tosca: rebo

Pedra tumular: cipo

Pedrada (Trás-os-Montes): lapada

Pedra-d’águia (pedra que se encontra no ninho das águias): etite

Peixe acantopterígio, tainha: mugem

Peixe escômbrida semelhante ao atum: albacora

Peixe marítimo da costa de Portugal: tagarra

Peixe que se agarra e faz-se transportar, através de uma espécie de ventosa, a peixes maiores ou embarcações: rémora

Peixe semelhante à enguia, que se encontra no Mediterrâneo: fluta

Peixe semelhante à raia: tremelga

Peixe teleósteo vulgar nas águas portuguesas: charreu

Peixe teraponídeo semelhante ao cherne: asnil

Pelado: glabro

Pele com lã de animal lanígero: velo

Pele da face: cute

Pele de carneiro com a lã: melota

Pele de gamo com que se cobriam os sacerdotes de Deméter, deusa da fertilidade entre os Gregos antigos, e as bacantes, nos mistérios de Elêusis, cidade grega a noroeste de Atenas: nébride

Pele ou sola que se põe nos remos junto ao tolete para que não se desgastem pelo atrito: ascoma

Película formada à superfície dos líquidos gordos (regional): laceira

Pelintra: piranga

Pelo que se desprende dos chapéus depois de escarduçados: riça

Peludo: versudo

Penacho que se usa na cabeça, no chapéu, no elmo, etc: cocar

Pendente: golgado

Peneira de seda: tamis

Peneira grossa, com que se joeiram grãos, areia, etc: ciranda

Peneirar segunda vez a farinha: espoar

Penhor: arras

Península de (…), uma das penínsulas mais importantes da Costa Rica: Osa

Pente de pau (prov.): peina

Pequena ala ou asa: álula

Pequena anta ou dólmen: antela

Pequena bigorna de aço, sem hastes: tás 

Pequena bola: pelota

Pequena cana: canica

Pequena composição poética em que os primeiros versos se repetem no meio ou no fim da peça: rondó

Pequena elevação de terreno: cômoro

Pequena embarcação (Brasil): gambarra

Pequena embarcação de dois mastros (América do Sul): sumaca

Pequena embarcação: baixel

Pequena gabarra, sem coberta e com um só mastro: gabarote

Pequena ilha formada num rio: ínsua

Pequena janela: janelo

Pequena loja ou barraca de negócio: quitanda

Pequena loja: locanda

Pequena mó que gira num eixo fixado numa banca e que serve para amolar: rebolo

Pequena poesia satírica: epigrama

Pequena porção de linha para coser: negalho

Pequena porção de vinho: quodore

Pequena povoação: terrola

Pequena povoação de indígenas do Brasil: taba

Pequena quantia de dinheiro: parva

Pequena raia: patelo

Pequena rede de pesca (pl.): tralhas

Pequena viola: oitavina

Pequenina ave de rapina semelhante ao mocho: luca

Pequenina porção de qualquer coisa (prov.): chisca

Pequenino (Brasil): mirim

Pequeníssima quantidade: micra

Pequeno: nanico

Pequeno barco asiático: parau

Pequeno barco macaense, tripulado por mulheres: tancar

Pequeno barrete com que os bispos e outros eclesiásticos cobrem a parte superior do crânio: solidéu

Pequeno bocado de carne ou redenho de porco rijado na sua própria gordura: rijão

Pequeno bolo de forma alongada, feito de massa de fartos e recheado com um creme aromatizado: éclair

Pequeno búzio que serve de moeda em certos pontos da África: caurim

Pequeno cabo náutico para alar ou puxar: alote

Pequeno caço para uso dos tintureiros: cacim

Pequeno cilindro com rebordos para enrolar fios: carretel

Pequeno enxame de abelhas: garfa

Pequeno escudo oval de bronze usado pelos Romanos: ancil

Pequeno ferimento: axe

Pequeno ídolo: idoleto

Pequeno lago artificial junto ao mar, onde a preia-mar deixa entrar peixe miúdo: camboa

Pequeno mamífero carnívoro afim da doninha, também chamado gato-toirão: tourão

Pequeno mamífero desdentado da ordem dos tatus (Bras.): apar

Pequeno marsupial americano, arborícola ou aquático, cuja pele é muito apreciada: opossum

Pequeno navio de vela de dois mastros, o maior dos quais inclinado para a frente: brigue

Pequeno pão de farinha ordinária: pada

Pequeno pássaro dentirrostro: felosa

Pequeno pedaço (Brasil): tico

Pequeno pedestal que sustenta uma imagem, uma cruz: peanha

Pequeno peixe marítimo: melca

Pequeno pião que se joga sem baraça (regional): piasca

Pequeno poema da Idade Média, narrativo ou lírico, em versos octossilábicos: lai

Pequeno prego ou tacha usada pelos sapateiros: puia

Pequeno soco: socate

Pequeno talude de lama seca que separa os talhos ou compartimentos das salinas: baracha

Pequeno toro de lenha: tarolo

Pequeno tumor cutâneo: buba

Perda de ânimo: atimia

Perda ou diminuição do sentido do cheiro: anosmia

Perda parcial ou total da faculdade musical: amusia

Perdiz, na época da reprodução: garela

Período compreendido entre o desmame de um animal e o momento em que começa a ser aproveitado para o trabalho: recria 

Período geológico da era Terciária: Eoceno

Período geológico, uma das divisões da era terciária, que durou cerca de 19 milhões de anos e terminou há cerca de 7 milhões de anos: Mioceno

Período musical, vivo e brilhante, que termina a execução de um trecho: coda

Perito em descobrir veios de água nos terrenos: vedor

Permanência (em oposição a partida): ficada

Pernalta aquática maior que a galinha e com o bico agudo: camão

Pérola que se pesca em algumas ilhas do Brasil: lempa

Perpendicular baixada do centro de um polígono regular sobre um dos lados: apótema

Personificação da guerra: belona

Personificação poética do prazer, da alegria e dos folguedos: jocos

Perspicácia: ácie

Pertencente ou relativo ao reino de Sabá, no sudoeste da Arábia antiga: sabeu

Perturbação que origina movimentos involuntários dos dedos: atetose

Perturbar: torvar

Pesaroso, arrependido: compungido

Peso que se mete no porão do navio ou de outra embarcação para lhe aumentar a estabilidade: lastro

Pessoa de grande estatura: granjola

Pessoa desajeitada (fig.): aselha (aselha ou azelha?)

Pessoa esperta: beliz

Pessoa fanhosa (popular): fanha

Pessoa indeterminada: quidam

Pessoa íntima (pop.): unhaca

Pessoa intrometida, que anda sempre a farejar para saber o que se passa (gír.): cheira

Pessoa louca: orate

Pessoa muito fraca e enfermiça (prov.): fiomel

Pessoa muito magra (Minho): laverca

Pessoa ou designativo da pessoa que é vesga: zanaga

Pessoa ou designativo de pessoa estonteada: zoina

Pessoa que anda mal vestida: parrana

Pessoa que come pão ázimo: azimita

Pessoa que diz gracejos: farsola

Pessoa que é vesga: zanaga

Pessoa que encontra com facilidade a solução de coisas enigmáticas: édipo

Pessoa que nunca está quieta (pop.): fervilha

Pessoa que revela curiosidade mórbida em relação ao que é privativo, privado ou íntimo: voyeur

Pessoa que se atrapalha por tudo e por nada: taranta

Pessoa tagarela: terlinta

Pessoa trapaceira: trapola

Pessoa versada em armaria: armista

Pessoa voluptuosa, dada aos luxos e aos prazeres: sibarita

Pestilência: miasma

Pião grande: zarão

Pião pequeno: piorra

Picar: pungir

Pintar quadros cujos motivos são paisagens: apaisar

Piolho humano (Algarve): gasito

Pisadura, trituração (Alentejo): mastuga

Planalto da Grécia que em poesia se tornou o símbolo da simplicidade pastoril: arcádia

Planície alagadiça: varga

Planície arenosa: landa

Planície cultivada nas margens de rio: várzea

Planície vasta, cercada de montanhas: nava

Planície: chada

Planisfério: analema

Planta anual da família das compostas: arzola

Planta bienal da família das escrofulariáceas: abeloura

Planta cucurbitácea (Índ.): careteira

Planta cuja raiz contém um corante usado em tinturaria: alcana

Planta da família das Bombacáceas: bômbax

Planta da família das valerianáceas, cuja flor é muito aromática: nardo

Planta e flor medicinal, amarga e aromática: macela

Planta epilobácea, de rebentos e raízes alimentares: onagra

Planta ericácea chamada erva-do-mont: arando

Planta espinhosa chamada erva-gigante: acanto

Planta gramínea de Cabo Verde: cariçó

Planta herbácea, da família das compostas, utilizada para fins medicinais e farmacêuticos e em tinturaria: arnica

Planta herbácea, da família das Leguminosas, espontânea em Portugal, também denominada cigerão: cizirão

Planta herbácea, de flores aromáticas: reseda

Planta marantácea: araruta

Planta parecida com a esteva: arcal

Planta polipodiácea medicinal também chamada capilária: avenca

Planta rizomatosa, da família das Poligonáceas, com aplicação medicinal: ruibarbo

Planta rubiácea cujo grão pode substituir o café: aparina 

Planta solânea e venenosa: datura

Planta trepadeira de bagas vermelhas: bodana

Planta trepadeira, das regiões tropicais, que serve de tipo às gnetáceas: gneto

Planta umbelífera: rabaça

Planta umbelífera, venenosa, de raízes tuberosas: embude

Planta utriculariácea, vivaz, das regiões pantanosas: grasseta

Planta venenosa, da família das Umbelíferas, espontânea em Portugal e também conhecida por cegude e ansarinha-malhada: cicuta

Planta vivaz das regiões intertropicais, da família das Zingiberáceas: gengibre

Plantação de algodoeiros ou fábrica de panos de algodão: cotonaria

Plantio de olmos: olmedal

Plural de desvão: desvãos

Pó que cobre certos frutos e que, esfregando-se, sai com facilidade: pruína

Pó que se levanta da farinha quando esta é agitada: voejo

Pobre: exile

Poema lírico composto de versos desiguais: epodo

Poesia pastoril, geralmente dialogada: écloga

Poeta: vate

Poeta nascido em Florença, autor de A Divina Comédia: Dante

Põe-te a andar! (interj., pop.): zurre

Poeta primitivo entre os Gregos: aedo

Polir, esfregando: buir

Pomar: vergel

Ponta aguda: acume

Ponta de cigarro (pop.): tica

Ponto da esfera celeste diametralmente oposto ao zénite: nadir

Ponto de mira: escopo

Ponto em que um planeta se encontra mais afastado ou mais próximo do astro central: apside

Pôr assédio ou cerco a: obsidiar

Pôr diante dos olhos: antojar

Pôr fora de uso: abolir

Por intermédio de terceiro: mediato

Pôr manchas em: macular

Pôr negro como o carvão, fumo, etc: tisnar

Porca (animal, regional): berrona

Porca (prov.): reca

Porca nova que deixou de mamar: marrã

Porção de coisas que a mão pode abranger: manelo

Porção de um cromossoma, considerada como a unidade hereditária ou genética: gene

Porção de estopa ou linho que se põe de uma vez na roca: arméu

Porção de fazendas para vender (Brasil): fanca

Porção de linho, antes de assedado, atado de forma que parece uma boneca: adeito

Porção de linho que se põe de cada vez na roca: estriga

Porção de líquido bebido de uma só vez: trago

Porção de utensílios da lavoura (prov.): apeiria

Porcaria (prov.): caçurro

Porco (ant.): chacim

Porco (regional): suvão

Porco meio cevado: larego

Porco por cevar: cochino

Porquinho-da-índia: cávia

Portar: levar

Posição vertical: ortostasia

Posse exclusiva: feudo

Poste que servia de pelourinho: picota

Posto do Exército Português que correspondia a capitão de cavalaria: coudel

Pouca sorte (Brasil): fubaca

Pouco dinheiro (fig.): cheta

Pouco elegante (Brasil): brega

Poupança: aforro

Pousio (Trás-os-Montes): adil

Povo agrícola originário de Moçambique e da região de Mtwara, na Tanzânia: Macuas

Povo banto da África do Sul: Zulos

Povo banto da Cafraria, na África meridional: Cafres

Povo bárbaro que no século V invadiu a Gália e a Península Ibérica: Alanos

Povo da raça uralo-altaica, espalhado por várias regiões da Ásia Central: Ugros

Povo germânico que se estabeleceu no Noroeste da Península Ibérica, no séc. V, com Braga por capital: Suevos

Povo guerreiro que, na Idade Média, assolou diversas regiões da Ásia e da Europa: Hunos

Povos indígenas dos sertões de Moçambique: Landins

Pragana da espiga: saruga

Pragana do grão, depois de joeirado: rabeira

Praia dos arredores de Lisboa, hoje conhecida por Belém, de onde partiram, em 1497, as primeiras caravelas para a Índia e onde D. Manuel mandou erguer o Mosteiro dos Jerónimos: Restelo

Prato metálico onde o sacerdote coloca a hóstia quando celebra missa: patena

Prato típico da cozinha baiana, fortemente condimentado, de peixe ou de galinha, a que se juntam camarões, pão, amendoim, castanha de caju e leite de coco (Brasil): vatapá

Preces por um defunto: amenta

Prefixo (metade, meio): hemi

Prefixo (simples): haplo

Prefixo (sobre): epi

Prefixo que exprime a ideia de exterior, externo: ecto

Prefixo que exprime a ideia de sábio: sofo

Pregos miúdos: carda

Preia-mar: esto

Prender: prear

Preparar a cortiça para fazer as rolhas: rabunar

Preparar, pela segunda vez, terra para ser cultivada: bina

Presença de cloro no sangue: cloremia

Presente que os enfiteutas davam aos senhorios, em certos dias festivos: gaiosa

Presépio (Madeira e Brasil): lapinha

Presilha que liga a meia à palma do pé, quando esta cobre a perna desde o joelho ao tornozelo (prov.): peal

Pretensa adivinhação por meio do fogo, piromancia: ignispício

Pretensa arte de adivinhar por meio de ovos: oomancia

Pretensa influência da Lua: luada

Primeira cava que se dá na vinha (Algarve): alumia

Primeira parte do ofício divino, que se reza pela manhã: matinas

Primeira porção e a mais larga do intestino grosso (abaixo da terminação do intestino delgado): ceco

Primeiro amanho que se faz na terra, antes da sementeira: decrua

Primeiro violinista de uma orquestra, que a pode reger na ausência do maestro (Música): spalla

Príncipe dos demónios, na demonologia judaica: Asmodeu

Príncipe ou governador de província na Índia muçulmana: nababo

Princípio amargo extraído do ásaro: asarina

Princípio feminino que representa a passividade, a frieza e a obscuridade (Filosofia chinesa): Yin

Prisão (pop.): pildra

Privação de movimento em qualquer articulação: ancilose

Problema cuja solução é difícil ou impossível: áporo

Procedimento indecoroso: desar

Procedimento propositado para desgostar ou contrariar alguém: acinte

Procissão de penitência por voto a algum santuário: ladairo

Procurar (gír.): farar

Prodígio: portento

Produto cosmético para hidratação da pele: loção

Produto da destilação do vinho e de graduação mais baixa que a aguardente (Açores): andaia

Propenso ao amor: amativo

Propenso ao amor (popular): amorudo

Proposição que não carece de demonstração: axioma

Próprio do reino: reinol

Próprio do senhor (em relação ao escravo): heril

Próprio para se comer: vesco

Proteger: apaniguar

Protozoário livre, comensal ou parasita: ameba

Protozoário unicelular aquático: amiba

Puberdade: robora

Pubescente: piloso

Púcaro de barro (prov.): tarrelo

Puerpério: parto

Pulseira com varetas de metal, usada na Lunda, Angola: manana

Purgar (Trás-os-Montes): matriar

Purificador: abluente

Purificar: luir

Purificar por lavagem: abluir

Puxão que dá o pescador quando sente que o peixe mordeu a isca: sacadela

Puxar para cima (Brasil): sungar

Puzzle de origem chinesa de sete peças (um quadrado, um paralelogramo e cinco triângulos): Tangram